Página Inicial da Unilojas
A História da Unilojas
Tudo sobre Maçonaria
Acesse as lojas da União Mieira de Lojas Maçonicas Independentes.
Trabalhos da Unilojas

 

1º Fórum de Discussões Políticas UNILOJAS

Às 19:00 horas do dia 12 de setembro de 2014, a UNILOJAS - União Mineira de Lojas Maçônica Independentes,  reuniu maçons oriundos de várias outras organizações maçônicas do Estado de Minas Gerais e também os distintos convidados, membros da sociedade mineira que estão aqui presentes, para participar da realização do 1º Fórum de Discussões Políticas da UNILOJAS.
Com o intuito de discutir ideias e  optar pelo que é correto para melhorar o nosso país, este fórum, objetivou a promoção da conscientização eleitoral da sociedade civil, através da discussão apartidária e sem cunho eleitoreiro, com estrutura de discussões no formato de mesa redonda que foi presidida pela Repórter da Band News Inácia Soares e composta por autoridades envolvidas no cenário político nacional como, o Sociólogo e Cientista Político, Rudá Ricci, a Presidente do Conselho da Mulher Empreendedora da ACMinas, Yeda Fernal, o Presidente do PHS Minas Gerais, Marcelo Aro e o Juiz Eleitoral do TER-MG, Dr. Maurício Pinto Ferreira, também Presidente do Colégio de Ouvidores da Justiça Eleitoral.

 

Para visualizar fotos do evento, click na figura abaixo

 


A GRANDE LOJA INDEPENDENTE DOS MAÇONS LIVRES
E ACEITOS DAS ILHAS FILIPINAS
ASSINA O DOCUMENTO DA UNILOJAS
QUE REATIFICA O TRATADO DE AMIZADE E RECONHECIMENTO MÚTUO ENTRE AS DUAS ORGANIZAÇÕES MAÇÔNICAS


Em 28 de junho de 2014, em Cavite, Filipinas, na Loja Maçônica Pilar No 3,
em Sessão Especial presidida pelo Grão Mestre da IGLPI, Ir:. Javier Del Rosario, foi assinado o documento da UNILOJAS que ratifica
o Tratado de Amizade e Reconhecimento Mútuo
assinado em Cavite, Filipinas, em 15 de fevereiro de 2014.

FOTOS

Grão Mestre da IGLPI,  Ir:. Javier del Rosario,
segurando o documento da UNILOJAS para leitrura.

Grão Mestre da IGLPI,  Ir:. Javier Del Rosario,
assinando o documento da UNILOJAS  que ratifica o
Tratado de Amizade e Reconhecimento Mutuo, 
celebrado entre as duas organizações maçônicas.

Loja Maçônica Pilar número 03, filiada a IGLPI com seus obreiros,
após a reunião quando foi assinado o documento enviado pelo UNILOJAS.

VÍDEO

Vídeo disponibilizado no Facebook
onde podemos assistir momentos da
cerimônia de assinatura do
Tratado de Amizade e Reconhecimento Mutuo.

Click na figura acima.

 

TRATADO DE AMIZADE E MÚTUO RECONHECIMENTO ENTRE A UNIÃO MINEIRA DE LOJAS MAÇÔNICAS INDEPENDNETES – UNILOJAS, 
E
INDEPENDENT GRAND LODGE OF FREE
AND ACCEPETED MASONS OF THE PHILIPPINE ISLANDS – IGLPI

em 15 de abril de 2014

leia mais ...


Portuguese

TREATY OF AMITY, PEACE,  AND MUTUAL RECOGNITION BETWEEN  INDEPENDENT GRAND LODGE OF FREE AND
ACCEPTED MASONS  OF THE   PHILIPPINE ISLANDS (IGLPI) 
AND
UNIÃO MINEIRA DE LOJAS MAÇÔNICAS INDEPENDENTES (UNILOJAS)

on April 15, 2014

read more ...


English

 

A Loja Maçônica Cavaleiros Templários n°1
publicou
MANIFESTO AOS BRASILEIROS

INSTALAÇÃO E POSSE DO V.'.M.'. DA
LOJA MAÇÔNICA ÁGUIAS DE MINAS

11 / JUNHO / 2013

COMO RECONHECER UM MAÇON
Autor - Ir.: Elias Mansur Neto

Trabalho apresentado pelo Ir.: Elias Mansur Neto
4º CONBRESSO GLUSA-SUCRES
Campo Grande - Mato grosso do Sul
15/12/2012

LIGAÇÕES ENTRE OS TEMPLÁRIOS E A MAÇONARIA


 



 




26/11/2011



29/10/2011



..
.
Ilustre Ir.´. HIROITO TORRES LAJE
NO ENCONTRO DOS SOBERANOS GRANDES COMENDADORES,
ACONTECIDO NA FRANÇA e CERTIFICADO RECEBIDO

OS SETE MAÇONS

IRMÃOS,
Eu aguardava ansioso o dia em que poderia dirigir-me a todos vocês, neste Templo Virtual da Nossa Maçonaria Universal, sob os auspícios do Grande Arquiteto do Universo. Em nossas Lojas Reais, buscamos fortalecer nosso espírito, para as atribuições cotidianas e compartilharmos amizade, alegria e sabedoria, pois estas são indubitavelmente, as bases da nossa União.
Recebam, irmãos-amigos, um TFA, na certeza que, de volta, receberei um grande sorriso de cada um de vocês. Trago em mim, a confiança de que cada braço nosso, lutará com empenho, para girar a ciranda da vida, construindo e solidificando a UNIÃO, que produzirá LUZ, a qual nos fará viver e progredir, vencendo tudo, na verdadeira Maçonaria que buscamos honradamente praticar, participar e dividir.


Paulo Bittencourt Siqueira
Presidente do Conselho Consultivo
UNILOJAS


PALAVRAS DO GRÃO MESTRE
Caros Irmãos,

Estamos iniciando nova etapa em nossa vida maçônica. Vai longe o 17 de março de 1966 quando fomos iniciado maçom na Loja Gal. Moreira Guimarães 1ª e neste tempo ininterruptamente estivemos dedicados à Ordem. Grande Oriente do Brasil até 1973, Grande Oriente de MG, COMAB e agora UNILOJAS.
Nasce esta obediência sob o signo do amor, da fraternidade, da vontade de mudanças; de uma nova dinâmica na maneira de administrar maçonaria. Maçonaria não pode continuar sendo Tronco de Beneficência; maçonaria não é só tradicionalismo maçônico; maçonaria não é só tese filosófica;
maçonaria não é só tríplice abraço, maçonaria não é só história. Maçonaria não é só discurso, ajuda e quejandos. Maçonaria é, acima de tudo, luta sem quartel contra todos os inimigos da humanidade, mesmo que esses inimigos se acomodem sob as formas mais diversas, mesmo que se escondam sob a personalidade de maus administradores, legisladores, políticos, professores, contadores, médicos, advogados e mais uma gama de profissões.
Maçonaria é justiça e responsabilidade, é tolerância energia e é luz e é calor, é sabedoria e força é beleza e dinamismo.

A maçonaria tem que, desde já, com um só golpe de malhete, quebrar a monotonia de todas as rotinas e entrar numa nova de trabalho contínuo e dinâmico, abafando, com seu grito de alerta o barulho das boatarias dos covardes, dos inúteis, dos aproveitadores da ordem, para que possamos atingir ao Supremo Objetivo da Vida que é o Bem-Estar da Humanidade, nem que para isto tenha que surgir uma nova Potência, capaz de limpar a terra dos verdadeiros inimigos de Deus e dos homens.

A Ordem Maçônica não deve e não pode cruzar os braços diante da corrupção e dos corruptos, não pode e não deve silenciar diante dos tiranos e dos injustos; não pode e não deve tolerar a ação daninha dos peculatários, dos chicaneiros,
dos egoístas e dos hipócritas porque, do contrário, a Ordem será condenada pela posteridade por omissão, um dos piores pecados atribuídos ao homem.

Sereníssimo Grão Mestre Hiroito Torres Laje


BANCO DE PROFISSIONAIS E SERVIÇOS